Bem Vindos

Amigas encantadoras!

sexta-feira, setembro 16, 2011


Você sabe o que é Prêmio Infantil da Paz?

3

Já ouvimos falar sobre Prêmio Nobel da Paz, que é o prêmio que a pessoa recebe quando fez algo de muito importante para benefício da humanidade. É um prêmio muito respeitado e geralmente quem recebe são pessoas com um grau acadêmico bem elevado.

Mas e o prêmio infantil da Paz?????


Sobre Premio  Infantil da Paz
Prêmio Internacional da Criança da Paz é entregue anualmente a uma criança excepcional, cuja coragem ou de outra forma notável atos e pensamentos fizeram a diferença na luta contra os problemas que afetam as crianças em todo o mundo. O prêmio é uma iniciativa do KidsRights organização holandesa e foi lançado em 2005 Prémios Nobel da Paz "Cimeira de Mikhail Gorbachev.
Cada ano Paz Internacional da Criança laureado com o Prémio é selecionado a partir de indicações de todo o wo rld. Um Comitê Técnico avalia os candidatos e em seguida, seleciona o vencedor. O prêmio em dinheiro de € 100.000 que é anexado ao Prêmio das Crianças da Paz, é gasto por KidsRights em projetos que estão intimamente ligados à área dos vencedores do trabalho.
Prêmio das Crianças do primeiro Paz foi dedicada a título póstumo para Nkosi Johnson, por seu trabalho para oferecer de uma existência mais digna às crianças Sul-Africano com o HIV e
AIDS. Em 2006, a honra foi para Om Prakash Gurjar da Índia. Ele recebeu o prêmio do Prémio Nobel da Paz e ex-presidente da África do Sul FW De Klerk, pelo seu trabalho incessante para combater o trabalho infantil e libertar crianças escravizadas na Índia. Em 2007, a honra caiu para Thandiwe Chama da Zâmbia. Ela recebeu o Prêmio das Crianças Paz de Bob Geldof e Prêmio Nobel Vencedor Betty Williams, por sua devoção aos direitos das crianças em seu país, especialmente o direito à educação. No ano passado, Desmond Tutu deu Mayra Avellar Neves Prêmio das Crianças da Paz pela sua luta contínua contra a violência na favela é no Rio de Janeiro, Brasil.
Não só é o prêmio um sinal de reconhecimento para os vencedores jovens, mas também lhes oferece uma plataforma para promover seus ideais. Desta forma, as mensagens destes jovens heróis 'tem mais impacto, e atingir um público maior. Por exemplo: Om Prakash foi recebido pelo presidente da Índia e tem discutido o assunto do trabalho infantil com primeiro-ministro britânico Gordon Brown.
Comitê de Especialistas da Organização Internacional da Criança Peace Prize
  • Marc Dullaert, fundador e presidente da Fundação KidsRights e iniciador do Prêmio das Crianças paz.
  • Frans Roselaers, ex-Diretor do Programa Internacional da OIT (Organização Internacional do Trabalho) sobre a Eliminação do Trabalho Infantil (IPEC).
  • Prof Jaap Doek, ex-presidente do Comitê da ONU sobre os Direitos da Criança.
  • Jeroo Billimoria, Fundador e Presidente da Criança Helpline International e Fundador e Diretor da Aflatoun, Criança Poupança International.
  • Nevena Vuckovic-Sahovic, membro do Comitê das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança.


Logo se deduz a mesma coisa, mas quem recebe este prêmio não são doutores, profissionais ou pessoas estudadas. Mas o Prêmio Infantil da Paz é entregue anualmente a uma criança excepcional, cuja coragem ou de outra forma notável atos e pensamentos fizeram a diferença na luta contra os problemas que afetam as crianças em todo o mundo.

Como exemplo disso a história de Thandiwe Chama que mora na Zâmbia um país do interior da África se enquadrou nos requisitos para o recebimento deste prêmio.

Thandiwe Chama



Em 1999, quando tinha apenas oito anos de idade, sua escola foi fechada porque não havia professores. Thandiwe se recusou a aceitar isso e levou 60 outras crianças a pé para encontrar outra escola. Como resultado, todas as crianças foram levadas para o Cecup Jack School. Fortalecidos por esta conquista, Thandiwe vem lutando desde então para o direito à educação para todas as crianças. Thandiwe continua a impressionar, por exemplo, falando na igreja sobre crianças e aids - uma questão nem sempre facilmente discutidas nas igrejas. Com um amigo, ela escreveu e ilustrou um livro chamado "O Frango com AIDS", dizendo crianças jovens sobre os perigos da AIDS.

"É muito importante saber que uma criança também tem direitos. Na escola eu aprendi sobre direitos humanos. E então eu sabia que isso era algo que eu queria lutar. Porque se as crianças têm a oportunidade, eles com certeza podem contribuir para tornar este mundo um lugar melhor. "- Thandiwe Chama
Na Ridderzaal, antiga sala na sede do governo holandês, em Haia, o bispo sul-africano Desmond Tutu entregou o Prêmio Infantil da Paz 2008 a brasileira Mayra Avellar Neves. A jovem de 17 anos nasceu e cresceu na favela Vila Cruzeiro, do Rio de Janeiro, palco de uma guerra de poder entre traficantes.


Por causa do perigo que representam as balas perdidas, as crianças não podem ir à escola da comunidade, às vezes, por meses. Mayra organizou uma mobilização exigindo educação digna para todas as crianças e jovens desse bairro marginalizado.







Escolas fechadas
"Na nossa favela ocorrem muitos enfrentamentos armados, por isso, sair à rua é muito perigoso. No ano passado, a escola da minha favela, a Vila Cruzeiro, esteve fechada durante sete meses por causa do tráfico de drogas. A polícia está combatendo esta máfia com mãos duras há vários anos. Fazem barricadas e os professores que vivem em outros bairros não podem chegar ao trabalho. Há dois anos, organizei uma marcha pela paz com 300 crianças pedindo que a polícia não utilizasse tanta violência e deixasse de patrulhar a área perto da escola para termos aulas. As crianças têm o direito à educação porque senão correrão mais riscos de serem recrutadas pelos traficantes". As palavras de Mayra, que cresceu num ambiente de violência, mostram a esperança que a menina traz nos olhos.

Liderança
O holandês Nanko van Buuren, diretor da Fundação Ibiss, trabalha há alguns anos com moradores de favelas brasileiras e crianças que vivem nas ruas. Ele tomou a iniciativa de indicar Mayra para receber o Prêmio Infantil da Paz. Van Buuren diz que fez isso porque "ela sempre é a primeira da fila, organiza mobilizações, coloca em prática o que se promove com esse tipo de premiação". Segundo ele, Mayra é um retrato da juventude no Brasil, sempre muito atuante desde a ditadura militar, que se estendeu até meados dos anos 80.

"Os brasileiros estão muito politizados, incluindo as crianças nascidas depois de 1984, como Mayra. Ela tem a sorte de ter os pais vivos. Na maioria das famílias das favelas, um dos pais geralmente não vive mais, pois ou foi morto por uma bala perdida, ou porque integrava uma quadrilha de traficantes". Os pais de Mayra quiseram dar a ela uma boa educação, mandando-a estudar fora da favela.
Van Buuren lembra que, apesar de morar na Vila Cruzeiro, Mayra freqüentava uma escola boa no que chamam de "asfalto", isto é, o território fora da área da favela. Com isso, ela pôde ver claramente as diferenças e se negava a aceitar que as pessoas fora da favela tivessem mais direitos que os moradores do bairro marginalizado. Por isso, desde muito jovem, começou a exigir os mesmos direitos para as crianças e jovens da favela, relata Van Buuren.
O prêmio
A escola da favela Cruzeiro reabriu as portas. Com esse prêmio Mayra espera poder ajudar mais as crianças e jovens das favelas. O prêmio é uma iniciativa da organização Kidsrights (Direitos da Criança, em inglês), que apóia jovens que defendem os direitos básicos de meninos e meninas em seus próprios países, que lutam contra o trabalho infantil e a prostituição e que defendem os direitos das crianças refugiadas.

A cada ano o prêmio é entregue por uma pessoa que representa a luta pela paz. Nesse ano, a premiação foi entregue pelo bispo sul-africano Desmond Tutu, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1984. Na edição anterior, o Prêmio Infantil da Paz foi outorgado a Thandiwe Chama, da Zâmbia, que, tal como a brasileira Mayra, defende o direito à educação.
Esperança
Após receber o prêmio na Holanda, Mayra Avellar Neves iria se encontrar com o governador do Rio de Janeiro e com os ministros brasileiros da Educação e do Desenvolvimento Social, além do Secretário de Segurança fluminense. A jovem disse ter esperança de convencê-los de que é necessário oferecer melhores perspectivas de futuro à juventude para evitar que se una ao crime organizado.

"Muitas crianças nas favelas crêem que o destino, por ser negro e pobre, seja conviver com a violência. Quero mostrar que podem lutar para sair dessa situação", afirma Mayra.
Mayra Avellar Neves, na favela Vila Cruzeiro
A ganhadora do Prêmio Infantil da Paz participa também de um grupo de teatro da favela. Com dança e teatro, o grupo tenta melhorar a auto-estima das crianças e ensinar, através de jogos, a encontrar oportunidades. Os pais de Mayra prefeririam mudar-se para outro bairro, mas a menina não quer abandonar a favela. Ela acabou de passar nos exames para entrar na universidade e quer servir de modelo para as outras crianças.
Fonte:http://blogebi.blogspot.com/2011/09/voce-sabe-o-que-e-premio-infantil-da.html
          http://childrenspeaceprize.org/background/
             http://www.rnw.nl/portugues/article/jovem-de-favela-do-rio-ganha-premio-na-holanda

3 comentários:

Café, Bolo e Memórias disse...

Muito bom esse post mãe, Premio Infantil da Paz!
Amo você!
Bjus

Denise Malafaia Cerqueira disse...

Oi, Maria!
Que bela postagem. Eu amo educação. Já tive o prazer de servir crianças carentes de uma cidade do interior de Sergipe. Por 11 anos eu e minha família mantivemos uma escola de educação infantil até o ensino fundamental(9º ano) por apenas uma pequena taxa. Nunca tivemos nenhuma ajuda para isso, mas fomos recompensados por ver crianças que não tinham chances de um bom ensino, experimentando coisas que para eles seria impossível na escola pública. Muitos deles já estão na faculdade e cheios de projetos para o futuro. Vale a pena investir na vida desses pequenos valorosos que nos surpreendem sempre com boas novidades. Gostei muito de saber sobre este prêmio. Precisamos encorajar nossa crianças a darem frutos que abençoem outras crianças.
Faço parte de blogueiras unidas.
Bjs!
Deus te abençoe!

marcela disse...

olá flor sou do blogueiras unidas e estou aqui para conhecer e seguir os blogs cadastrados parabens seu blog e mioto fofo quero te convidar para conhecer meu cantinho tambem bjs já estou te seguindo http://marcelaminhasartes.blogspot.com

Postar um comentário

Ficarei muito feliz com seu comentário!
A sua opinião é de grande importância para
o aperfeiçoamento deste cantinho.
Que Deus o(a) abençoe sempre!
Com carinho,
Professora Maria Regina
Ah! Irei fazer uma visita e responder os comentários em seus blogs!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...